FALÁCIAS e SOFISMAS

Por César de Oliveira

Um raciocínio inválido, incorreto, ilegítimo, é aquele em que a conclusão não decorre das premissas. Tais raciocínios, embora aparentemente válidos, não o são. Os raciocínios inválidos geralmente buscam enganar o interlocutor, conscientemente ou não.

É normal chamar os raciocínios inválidos de FALÁCIAS ou de SOFISMAS. O sentido de ambas as palavras é muito próximo.

A FALÁCIA é um raciocínio utilizado sem o objetivo de enganar. A pessoa que usa a falácia simplesmente se enganou.

Já o SOFISMA é um raciocínio inválido que ocorre com o objetivo de enganar. O sujeito que usa o sofisma está consciente, pois sabe que usa um raciocínio inválido. O sujeito que usa o sofisma tem a intenção de enganar.

E, afinal, está o leitor a se perguntar onde quero chegar com essas explicações?

É que nossos políticos são especialistas em sofismar, ou seja, em falar com a intenção de enganar, sendo que tal objetivo fica bem mais difícil – talvez impossível – se ao abrirmos um jornal, escutarmos o rádio, vermos televisão ou, simplesmente, participarmos de um ato público, tivermos tais conhecimentos em mente.

O Presidente Lula é um mestre na “arte” de sofismar. Quem não o escutou falando que precisamos adquirir aviões para evitar o roubo do petróleo do pré-sal, como se fosse fácil chegar, pegar o petróleo e fugir quando sabemos – ou deveríamos – que sequer existe tecnologia disponível para extrair o petróleo da camada do pré-sal, além de que após sua retirada o produto passa por um caríssimo processo de refino até se “transformar” em gasolina e derivados.

Lendo jornal me deparei com o Deputado Jorginho Mello dizendo – sofismando - que foi tomar a posse como governador interino em sua cidade natal para “para dividir com aquele povo a alegria do momento”, como se tais solenidades interessem aos cidadãos. Na verdade, Jorginho fez isso para satisfazer sua vaidade pessoal e “faturar” politicamente em sua região eleitoral. E, o que é pior, tudo isso com o nosso dinheiro. Aliás, aquele que está fazendo falta para pagar melhor os Professores, reajustar os proventos dos Policiais Civis e Militares, melhorar o atendimento do SUS, e por aí vai...

Nenhum comentário:

Seu comentário não será exibido imediatamente.

Para você enviar um comentário é necessário ter uma conta do Google.
Ex.: escreva seu comentário, escolha "Conta do Google" e clique em "postar comentário".

Caso você deseje saber se seu comentário foi respondido ou se outros leitores fizeram comentários no mesmo artigo, você poderá receber notificação por email. Para tanto, você deverá estar logado em sua conta e clicar em Inscrever-se por email, logo abaixo da caixa de comentários.

Eu me reservo ao direito de não aceitar ou de excluir parte de comentários que sejam ofensivos, discriminatórios ou cujos teores sejam suspeitos de não apresentar veracidade, ainda que o autor se identifique.

Comentários que não tenham qualquer relação com a postagem não serão publicados.

O comentarista não poderá deletar seu comentário publicado sem que haja justificativa relevante. Caso proceda assim, republicarei o teor deletado.


As regras para comentar neste blog poderão ser alteradas a critério do editor, o qual também poderá deletar qualquer comentário publicado, mediante justificativa relevante, sem prévio comunicado aos leitores/comentaristas.

Você assumirá a responsabilidade pelo teor de seu comentário.
Este espaço é livre e democrático, mas exerça sua liberdade com responsabilidade e bom senso!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2012 Pena Digital.