Projeto original do trapiche do Distrito de Mirim contemplava área de lazer

Conforme informei no resumo da 11ª sessão da Câmara, eu estava tentando conseguir informações sobre a polemizada obra de construção do trapiche do Distrito de Mirim. E elas vieram na manhã de hoje, inclusive com o projeto original da obra.

Consoante as informações, o projeto original do trapiche do Distrito de Mirim, construído na Lagoa de Mirim, contemplava também um quiosque, que teria 15 metros de comprimento, o qual se situaria no meio da obra, da seguinte forma: entre o meio-fio da rua até o quiosque haveria um acesso com distância de 40 metros; após o quiosque, iniciaria o trapiche, com 41 metros de comprimento.

Mas por que o trapiche foi construído longe da margem da lagoa? Bem, essa pergunta, por enquanto, deixarei para ser respondida por quem realizou a obra ou o projeto. Mas fica a pergunta: como não se observou tamanha distância entre a margem e o trapiche, quando a obra foi iniciada? Se a localização apontada no projeto não se adequava à obra pretendida, por que a realizaram assim mesmo?

Com um custo de R$ 114 mil, o trapiche está ligando o nada a nada. E só a nado para chegar até ele.
O problema, agora, é como fazer a ligação entre a margem e o trapiche, já que aterrar parte da lagoa não seria o mais viável, ambientalmente.
Conclusão: o que seria uma área de lazer passou a ser uma imagem de incompetência estatal.

Veja aqui o projeto original da obra.

Atualização em 29/04/13

Após a publicação deste post, fui informado que já houve o aterramento para acesso ao trapiche.
Em contato com a vereadora Léa de Oliveira Lopes, na sessão da Câmara, ela informou que o aterro foi efetuado pela empresa Lasca Mineração e havia todas as licenças necessárias para isso. O aterro teria sido feito há mais ou menos uma semana.
Em contato com Eraldo Gonçalves e Ana Geremias consegui as fotos abaixo.





(A foto inicial neste post foi copiada do perfil de Eraldo Gonçalves no Facebook. A foto foi feita por Ana Geremias. As fotos das atualizações foram copiadas dos perfis de ambos)

7 comentários:

  1. Parabens pela materia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado! Só gostaria que houvesse algo mais que "a". rsrs

      Excluir
  2. É só ir na casa de um morador pescador antigo e perguntar se ele foi consultado sobre a maré. Amigo... muita gente não sabe disso, mais com vento a força das ondas e da maré da lagoa mirim é mais poderosa que no oceano atlântico... entenderam? Infelizmente o projetista não pegou informações com os moradores antigos ou por incompetência ou por burrice.
    Mais como o dinheiro é de um estoque permanente... se faltar pega mais, então é só pegar mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse aterro que fizeram ficou horroroso! Pensar em meio ambiente pra que, não é mesmo?

      Excluir
  3. Ótima matéria. Onde fica este trapiche? pretendo conhecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem próximo da praça do Mirim.

      Excluir
    2. Totti leva teu Iate pra lá. rsrsrsr

      Excluir

Seu comentário não será exibido imediatamente.

Para você enviar um comentário é necessário ter uma conta do Google.
Ex.: escreva seu comentário, escolha "Conta do Google" e clique em "postar comentário".

Caso você deseje saber se seu comentário foi respondido ou se outros leitores fizeram comentários no mesmo artigo, você poderá receber notificação por email. Para tanto, você deverá estar logado em sua conta e clicar em Inscrever-se por email, logo abaixo da caixa de comentários.

Eu me reservo ao direito de não aceitar ou de excluir parte de comentários que sejam ofensivos, discriminatórios ou cujos teores sejam suspeitos de não apresentar veracidade, ainda que o autor se identifique.

Comentários que não tenham qualquer relação com a postagem não serão publicados.

O comentarista não poderá deletar seu comentário publicado sem que haja justificativa relevante. Caso proceda assim, republicarei o teor deletado.


As regras para comentar neste blog poderão ser alteradas a critério do editor, o qual também poderá deletar qualquer comentário publicado, mediante justificativa relevante, sem prévio comunicado aos leitores/comentaristas.

Você assumirá a responsabilidade pelo teor de seu comentário.
Este espaço é livre e democrático, mas exerça sua liberdade com responsabilidade e bom senso!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2012 Pena Digital.